? ºC Teresina - PI

Geral

07/11/2017 11:10

Adolescentes acusados de barbárie em Castelo do Piauí podem ter penas revisadas

72 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas no Centro Educacional Masculino (CEM) terão suas medias revisadas pelo juiz da 2ª Vara da Infância e da Adolescência, Reginaldo Pereira, em mutirão que começa a ser realizado hoje (06).
De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, os internos do CEM devem ter seus processos e comportamentos revisados a cada seis meses.


Atualmente, os três acusados do estupro coletivo em Castelo do Piauí, que resultou em morte de uma das vítimas, além do assassinato de Gleison Vieira da Silva, têm 16, 17 e 19 anos. 


Mesmo completando a maioridade, o jovem deve continuar no CEM por no mínimo três anos ou até os 21 anos.


Anderson banner cdp
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo